1ª etapa - Rumo aos 70kg

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Um pouco da minha história com a balança

Bom dia pessoas. Quase boa tarde!

Ontem eu menti . Menti não rs cometi um pequeno lapso. Foi em relação aos pontos flexs da semana. Eu já consumi 20 pontos flex, não tenho 20 para consumir. Ainda tenho 15 pontos.

Hoje vou escrever um pouco sobre a minha história com o peso. A relação com a balança. Não vou conseguir escrever tudo mas... Senta que lá vem história rs.

Tive uma infância parte normal (tomava até biotônico para ajudar no apetite rs) e parte sobrepeso. Daí começou a minha subida crescente no peso. Fui uma adolescente gorda. Nessa época tentei emagrecer pouquissimas vezes. Embora, eu não fosse satisfeita com o meu corpo eu não sofria muito. Na verdade, só tentei emagrecer porque os médicos "mandavam". Então começava aquilo e nem ia a frente.
Pois então, chegou a época da faculdade. Passei no vestibular. Saí do interior e vim morar na capitar. Sem o controle da minha mãe e como nunca fazia força para emagrecer. Engordei mais ainda. Chegando na casa dos 90 kg (para 1,62). Não sei exatamente quanto. Se bobear posso até ter chegado quase aos 100. Fiquei muito tempo sem me pesar. Antes, meu peso ficava sempre na casa dos 80.
O peso começou a me incomodar e muito. Comecei a tentar algumas dietas. Minhas amigas estavam fazendo aquela famosa da proteínas (Dr Atkins). Adorei a proposta né. COmer a vontade. Que gordo não gosta disso. Aff. Só que eu não gosto só de carne etc e tal. Amo pães, massa, chocolate mais do que carne rs. Batata frita hummmm....
Enfim, nem preciso dizer como terminou essa experiência. Ai no meio disso tentei algumas de revista. Mas nunca indo até o 2º dia.
Minha prima que era gorda também. Não tanto quanto eu resolveu emagrecer e entrou nos vigilantes. Era a época da balancinha hehehehehe. Dias desses. E eu comecei a seguir o método com ela. Só que achava um saco aquele treco de medidores e balança para lá e para cá. Desencanei.
Pessoa díficil... Meu maior problema é que eu nem tentava realmente. A maioria das vezes eu só começava. Se eu sentisse tristeza eu pegava uma caixa de bombom e comia inteira. Simples assim. Não tomava café da manhã e lanchava uma coxinha... Assim ia.
Só que eu vi minha prima emagrecendo. Comendo de tudo (Nâo tudo). Resolvi frequentar de novo com ela os vigilantes. Nessa época já tinha mudado o método. Era os pontos não sei das quantas. Muito melhor para seguir, uma vez que não precisavamos ficar pensando em balancinha etc e tal.
Resumindo, larguei os vigilantes. O falta de persistência. Não gostava das reuniões. Frequentei bastante tempo, emagreci muito pouco. Faltava mais do que tudo.
Me sentia péssima. Daí, um dia qualquer, resolvi emagrecer de verdade. COloquei na minha cabeça que iria emagrecer. Peguei tudo da minha prima dos vigilantes juntei com os meus e comecei a seguir. Fiz por conta própria. Cheguei aos 55 kg. Vivi feliz por um bom tempo com esse peso.
Passado um tempo, não estava satisfeita queria chegar aos 50kg.
Por conta desses números que fixamos na cabeça. Eu meço 1,62. A maioria dos lugares diz que você tem que pesar 52 para essa altura. Então me sentia enorme com esse peso. Sem comentários né gente.
Daí, comecei a fazer as dietas mais mirabolantes (coisas que antes nem passava na minha cabeça). Conjuntamente desenvolvendo a compulsão. Cheguei aos 64kg. Mantive. Daí comecei de novo com a busca desenfreada dos 52 kg. Faltava agora quase 10 kg. Não me conformava com aquilo. Aí começou o meu pesadelo!
Nessa brincadeira toda já se foram quase 3 anos e agora estou com um peso que eu nunca mais gostaria de ver na balança.

A história é grande. Tentei resumir um pouco. Quando surgir o momento, comento detalhes mais especificos. Como várias outras pessoas da blogosfera, sempre tive problemas com o peso. Sempre terei que me cuidar.

Para quem teve paciência com o meu blábláblá. Obrigada!

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Oi,Maria!!! Imagino que vc dev ter sofrido muito com essa idéia fixa por um peso que vc julgava saudável e na verdade não era. É aquela velha história do "nem 8, nem 80". Mas fico feliz por vc estar encontrando o caminho para uma vida saudável. É o q todas nós almejamos! Estou passando por aqui pela primeira vez, vou linkar vc ok??? Qdo puder, passa no meu bloguinho! Fica com DEUS! Beijos!=D

    p.s.: havia feito um comentário anterior e exclui, pq tinham mtos erros. meu teclado está horrível! qq coisa, vc ja sabe o qq eh! rs... beijos!

    ResponderExcluir
  3. * tinha muitos erros... Agora fui eu q errei...rss... bjos!

    ResponderExcluir
  4. eu acho que se você conseguir "equilibrar" sua cabeça, vai emagrecer e ficará bem feliz.

    o importante é aceitar que esse problema não termina qdo vc chegar no seu peso ideal.

    é crônico: sempre teremos de cuidar!

    mas estando magra, será mais fácil!

    beijos e conte comigo

    ResponderExcluir